Solidão

Um dia plantada crescia

Adubada em um coração

 

Não é um sentimento nobre

Não é um sentimento bom

 

Aos poucos como uma semente

A terra era o coração

 

Com o tempo o grande fruto

Gerado dela, era a depressão

 

Enquanto a festa tocava

Ela dançava na multidão

 

Quem a criava era triste

Era o dono da solidão

 

Era rival da alegria

Com ela nada é bom

 

A sempre em um canto

De um quarto, mas um

 

Herdeiro da solidão

 

Beatriz

Quem a conhece. se torna feliz

Mais bela que o sol é Beatriz

 

Palavras é pouco, para se expressar

É La é grandeza parece o mar

 

Doce açúcar, um belo manjar

Flores ao vento é primavera

 

Sabia cantou um canto feliz

Era uma homenagem para beatriz

 

 

Bruna

Ela não se explica

Um dia com ela, lembrança pra toda vida

 

A quem a inveje a quem a critique

Bruna é como o champanhe ou o mais caro whisky

 

Na presença dela, tristeza nenhuma existe

Bruna pra mim é uma, mais vale por mais de vinte

 

Éla é jóia é ouro feito com maior requinte

Bruna é bom, Bruna é bombom

Bruna é tudo de bom

 

 

 

 

Bianca

Pra ti vou cantar

Bianca pra ti vou falar

 

Bianca é teu meu amor

Pra sempre irei te amar

 

Você é brilho é luz

Você pra mim é sonhar

 

Bianca fonte de água viva

Olhe pra ela um brilho vera

 

Se fosse uma santa teria um altar

Eu ia estar La! A te idolatrar

 

 

Saudade

 

Não tem dó nem piedade

Anda junto com o tempo

Seu nome é saudade

 

Não escolhe rico nem pobre

Pra é ela não há vaidade

 

Dizem que o tempo, com ela acaba

Mas isso não é verdade

 

Em cada metro quadrado

A sempre alguém com saudade

 

Quanto maior a distancia

Mais força tende a ganhar

 

Como uma grande inimiga

Insiste em nos visitar

 

A liberdade de um

No outro, saudade cria

 

 

adriana

Adriana é dona da noite

O dia a ela se curvá

 

Adriana é como a vida

Dela de tudo pode se esperar

 

Éla não mora aqui,

Dizem que vem de Madri

 

Olha o olhar de Adriana

Pena não é para mim

 

Enquanto Adriana passava

Os versos chegaram ao fim

 

 

 

Andréia

Um dia, passado Andréia

Presente, Andréia chegou

 

Futuro Andréia não vejo

Andréia me desencontrou

 

Andréia eu hoje a vejo

Por hoje irei festejar

 

Eu hoje não aceito o tempo

Pois ele Andréia quer, levar

 

ana

Canção de nina

Ana o sol nela esta

 

Mais bela formosa que Ana

Se existe onde estará?

 

A flor mais falada é rosa

Mais Ana devia chamar

 

Se Ana fosse um planeta

Nele eu queria habitar

 

O mundo sem Ana, não é mundo!

Imagine uma vida! Sem Ana

 

felicidade

Felicidade

Quando criança te acompanha ,quando adulto tem que buscar

 

Para obtela só com coragem ,quem a deseja tem que achar

 

 

Pode ser muito pode ser pouco,depende de como olhar

 

Ela esta com os vencedores, quem a perdeu tende a chorar

 

Todos a querem todos procuram não importa o preço a pagar

 

Não tem forma não tem cheiro, sua forma em um  sorriso esta

 

Felicidade onde buscamos,felicidade onde encontrar

 

 

Rosas

Rosas lembram amor, mas também a dor

 

Felizes em um casamento jogaram um buquê de flor

 

Dentro de um velório havia um cobertor de flor

 

Nesse momento infelizmente ali só havia dor

 

Rosas têm o mesmo perfume diante do amor e da dor

amor

Nascido pelado sem nada

de brinde, um presente ganhou !

Não é dinheiro nem ouro

da mãe o primeiro amor

De tudo que na vida vale !

Vale muito ter um grande amor

De todos os encinamentos

maior que esse .Jesus não deixou

De todos os males na terra

A sempre a falta de amor !!!

 

  esperança

Queria falar não te amo ,mas amo

queria falar não te quero ,mas quero

 

Não queria te esperar

Mas acho que estou esperando

 

Não quero você amanha

Mas hoje você é lembrança

 

Você virou meu passado

E eu refém da esperança

 

 

não sou romantico ,mas gosto de escrever poemas

espero que algum desses possa te servir

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]